Como tratar sangramento menstrual excessivo na vigência de anticoagulação

Trouxe esse artigo, mas já aviso que é polêmico e tenho minhas reservas com a conduta.

Sangramentos menstrual volumosos (HMB)  estão ​​associados a uso de anticoagulantes e existe um sub-registro do problema, que não é reconhecido, mas não é incomum na prática clínica.

Mulheres na pré-menopausa devem ser avisadas do efeito potencial da terapia anticoagulante na hemorragia menstrual no momento do início do tratamento.

As consequencias do sangramento volumoso (HMB) devem ser avaliadas e tratados de forma contínua. No cenário agudo, a decisão de usar anticoagulantes é baseado no risco  individual de trombose do paciente e da gravidade do sangramento.

Para as mulheres que requerem anticoagulação a longo prazo, um diu mirenaácido tranexamico (durante o fluxo menstrual), altas doses terapia com progesterona, ou contraceptivos hormonais combinadas são eficazes para controlar o sangramento.

O risco de trombose durante a terapia anticoagulante com estes tratamentos não é bem estudado, mas é provável abaixo.

Seleção do tipo de terapia hormonal baseia-se na preferência do paciente,  contra-indicações à terapia, perfil de efeitos adversos e trombose. Também fatores de risco trombóticos.

Mulheres que não desejam manter a sua fertilidade deve ser considerado para tratamento cirúrgico

2018-10-09 (1)

Esse é o algoritmo do artigo.

Impressão: polêmico como sempre, o uso de hormônios em pacientes que tiveram trombose com anticoncepcional devem ser evitado. Tampouco gosto de usar ácido tranexamico, porem me parece ser uma alternativa. Minha alternativa preferida é anticoagular bem pelo período necessário com suporte de ferro, e AINH . Se for de longo prazo para toda vida, tento reduzir a dose ou troco de anticoagulante e se nada der certo acabo liberando o diu com hormonio ou grosserrelina . No uso do AVK só depois que estiver com a dose certinha, pois há muita falha nessa terapia, principalmente quando inicia medicação nova

Autor: Fernanda Santos

Médica hematologista, formada pela Faculdade de Medicina da USP em 1999, Residência em Clinica Médica de 2000 a 2002, Residência em Hematologia e Hemoterapia de 2002 a 2004.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s